Divagações de Martinha


EU E NORA, NORA E EU

Então….depois de muito postergar, eis que resolvo desafiar as teclas do meu computador, para narrar o episódio mais emocionalmente literário da minha vida.
Claro…somos pessoas muito dramáticas….eu que o diga. Então, eleve à máxima potência a minha sensação, baseada no meu relato. Relatos reais. Juro.
Lá estava eu…na verdade, cá estava eu…à toa na lagoa….tranquilo no mamilo, quando pesquisando loucamente na agenda social de Nora Roberts, detectei as datas dos booksignings dela. Ano passado, quando estive em um booksigning fodástico em NY, cheguei a ver se a data coincidiria com uma possível data com ela. Não rolou. Infelizmente. Poréeeeeeem, a coisa não saiu da minha cabeça e ficou ali…fermentando…dando uma martelada…
Vadiando na internet, entrei no site da livraria da tia Nora ( yeap….ela tem uma livraria…) e percebi que uma determinada data seria embaraçosamente viável. Hahahaha….mandei mensagem pra minha amiga :
“- Hey, prepara um quarto ai pra mim.
- Okay.
- E prepara a mala também pra gente catar uma estrada e descer até Maryland pra visitar a tia Nora Roberts.
- Okay. “

Fácil assim. Liguei. Marquei. Pesquisei. Chorei ( com a merda da alta do dólar fela da Pucca…). Arquitetei. Marquei. Comprei. Embarquei e voilá….lá estava eu novamente em NY….eu e NY temos uma história de amor muito linda…
Minhas friends me pegaram no airport, ficamos na vadiagem por alguns dias antes do dia derradeiro, e eu apenas e simplesmente assim, roí minhas unhas super bem manicuradas dias antes da viagem. Era pra que estivessem fabulosas, tipo…uau…que unhas lindas vc tem…bleeeee….esmalte não durou nada, tudo foi quebrando e o temor do grande dia me fez roer singelamente…
Okay. Chegou o sábado esperado. A cidade para onde deveríamos nos dirigir era cerca de 4 horas de distância de New Jersey. Nós tivemos que pegar a estrada pra Boonsboro, no estado de Maryland, terra onde nossa diva literária reside e reina absoluta.
Okay. O evento começaria ao meio dia. As senhas seriam distribuídas a partir das dez horas da manhã.O que fez com que nós tivéssemos que acordar às 4 e 45 da madruga. Hahahahaha… Em meu primeiro encontro matinal ( madrugador, na verdade…) , a caminho do banheiro, eis que me encontro com minha amiga hospedeira desta criatura que vos tecla. Ela me olha, completamente descabelada e me dá um abraço.
“-Bom dia…I don’t like you anymore…”
Meigo assim. Hahahaha…Eu já tinha feito a loka se aventurar por New York, que ela odeia de paixão e naquele momento eu estava fazendo com que ela levantasse de madrugada.
Passamos num Dunkin Donuts 24 horas ( adooooooooro), nos entupimos de café e açúcar e uhuuuuu! caímos na estrada. Eu, ela, o Mr. Rabbit ( maridovsky da minha amiga), a Belle ( a filha) e a Sarah ( a neta).
Gente…que paisagem linda. Espetacular…Estupenda….Sensacional…Empolgante…oi? gatas…eu dormi a viagem inteira….só acordava quando o carro parava para a pausa do xixi. E lá ia eu, walking dead, divando nos estabelecimentos norte americanos. Sério…eu tenho uma dificuldade absurda de ficar acordada em viagem de carro. Sou a pior co-pilota do planeta. E companhia automobilistica tb…hahahahahah…
Eis que repentinamente o sono se foi. Porque nosso adorável GPS nos alertou da chegada iminente ao local. A paisagem bucólica foi tomando conta do ambiente e nos trazendo ao clima. Eu, na verdade…a loka é tão loka que nunca havia lido nada de nossa Nora Roberts. Loka. Loka, loka, loka.
Quando adentramos na avenida principal, consegui visualizar a fila ambulante que já se formava de fora da livraria Turn the Book Page. Eu e minha amiga gritamos com nosso motorista para que parásse ali mesmo que estaríamos saltando como gazelas saltitantes…claro que ele não fez isso. Ele disse que não queria morrer de vergonha. Hahahahaha…
Okay. Pegamos nossas senhas. Conseguimos entrar na referida livraria, adquirimos nossos exemplares ( caros pra caráaaaaaaai!!!) e ficamos na espera da hora que deveríamos voltar para o recinto para o momento autógrafo.
Yeap. Organizado desse jeito. Pra não tumultuar. Só digo uma coisa…enquanto eu estava ali adquirindo meus singelos livrinhos, eis que vejo o marido de dona Nora Roberts subindo as escadinhas…meu coração acelerou…não que ele seja um Roarke, claro…mas porque se ele estava ali, muito provavelmente, ela também estivesse….emoção…lalalalallala…
Eu e minha friend demos um rolé na avenida ( cidade histórica, pequena…daquelas que quando vc passa a segunda marcha do carro, tu já saiu da cidade…), almoçamos, fizemos a digestão e congelamos um pouco no exterior gélido…
Quando chegou nossa vez, nos enfileiramos lindamente e ficamos batendo uma fofoca crazy “Kazamiga” que estavam ali atrás de nós. Conversa vai, conversa vem…minha amiga fala pra outra que eu sou escritora no Brasil, diz que já lancei o terceiro livro, que eu estava ali só pra ver a Nora e tchururu…e adivinhem? não…vcs nunca vão adivinhar se eu não contar. hahahahhaha….a adorável senhora me pediu para autografar a bolsa dela! Ao lado dos autógrafos que já estavam ali! Quase morri. Hiperventilei. Foi mó emoção.
Okay. Até aí, eu estava de boa…havia uma parede entre minha vista e a diva. Quando chegamos na escadinha que nos dava acesso ao local onde eles estavam, e quando digo eles é porque Jennifer Probst, Robbie Kaye, Shayla Black e outros escritores, estavam ali enfileirados também, meu coração foi martelando.
Meus olhinhos buscavam incessantemente a imagem da mulher que pra mim é um ícone da literatura florzinha de mulherzinha gracinha. Quando meus olhos alcançavam aqueles cabelos ruivos, senti lagriminhas querendo deslizar pela minha bochecha antes congelada.
“- Dea…
- O que foi?
- Acho que tô passando mal…
- What? “

Quando ela olhou pra mim, minha bochecha estava vermelha, e juro…achei que fosse desmaiar de emoção …comecei a sentir minha pressão em queda súbita e brusca…falei…”tô com medo de desmaiar…”
O que a loka falou? “ Se tu desmaiar eu saio correndo daqui na hora!” Meiga assim. Hahahahahah…
Na verdade, ela estava temerosa que eu revelasse à Nora que ela nunca havia lido nada dela. Hahahahaha…estava louca pra fugir dali com medinho…
Enfim…minha bolsa pra ser autografada estava passando de mão em mão, sendo autografada, os escritores tentando fazer um contato com moi, porém eu só tinha olhos para ela. OH.MY.GOD.
Ela olhou pra mim! E disse: “I really loved your hair and your hat.”
OH.MY.GOD.
OI? fiquei sem fala…acho que corei e só sacudi a cabeça e agradeci…e obvio…como eu imaginei que eu pudesse congelar de pavor, fiz uma camiseta no Brasil, com os seguintes dizeres: 
I Came here from Brazil, only to see YOU!
Yeap. Brega assim. Mas pelo menos falou mais do que eu que travei a língua.
Nesse meio tempo, sabe o que minha amiga mais fazia? ria. Porque eu falava o tempo todo que eu ficaria “congelada”. Tipo….I Freezed. Whatever…something like that…e eu parava como uma estátua de cera digna do Madame Thussaud. Hahahahahahaha….
Enfim…quando por fim a comoção arrefeceu, os assessores dela ficaram excitados porque eu era uma “nativa” do Brasil …hahahahahahah, eu pedi para tirar foto com ela, que aceitou lindamente e pude falar aos trancos e barrancos no meu inglês mais do que emocionado, que ela era a razão pela qual eu havia me apaixonado por ler e por fim, escrever minhas próprias histórias.
Uau. Até hoje a sensação é de surrealismo. Tipo. Oi? eu falei pouco. Eu abracei ela muito pouco. Eu tirei só duas fotos do lado dela…saco. Mas será uma data inesquecível para os anais da minha história de vida pessoal. O dia em que conheci NORA ROBERTS/ JD ROBB. AWESOME!!!!
Respondendo às eventuais perguntas:
* Sim, ela é mais velha ao vivo. As fotos dos livros são puro photoshop, mas quem se importa?
* Ela tem a voz rouca de fumante. Isso eu já sabia porque como fisioterapeuta respiratória, eu sei identificar alguns sinais, como as unhas dela, por exemplo. Mas a voz só confirmou. A voz é sexy, by the way.
* Ela é da minha altura, mas no dia manteve-se sentadinha. E eu lá ia ser louca de pedir pra ela se levantar? never.
* Ela não tem um pingo de estrelismo. É séria, mas acessível e muito gentil com todas as leitoras dela. Uma graça.
* A livraria dela é a descrição pura da livraria da Trilogia da Magia, das 3 irmãs, sabem qual é? Da ruiva…
* Ela é quase dona de toda a cidade. A livraria é dela, o hotel é dela, a loja de gifts, a pizzaria….sei lá…a mulher repaginou a cidade, que se mobiliza em prol dos eventos que ela promove.
* Ela escreveu a trilogia Inn Boonsboro , baseando-se 100% na estrutura e disposição de todas as lojinhas e tijolos daquela área. É o máximo. No livro os personagens comem na pizzaria Vesta. Eu comi lá. Delicious!
* Os quartos do hotel dela tem os nomes dos principais personagens de seus livros…santa pirikita acesa, Batman…alguém me mostre o caminho do Roarke, please….hahahahahahahah…
E é isso, gatas…foi uma emoção tremenda. Indescritível. Mentira…eu acabei de descrever…daaaaaa….mas vcs entenderam, certo?
Algo pra ficar marcado na minha história como um grande dia.
11148700_882349798505245_448826958005618014_n
Olha ela aí…coisa mais linda…cara! minha mão está ali no ombro dela!!! Hihhii
11133706_882349745171917_7494742343127794177_n
A de rosa é a Robbie Kaye e a de preto é a maravilinda da Jennifer Prost, que escreveu uma série de livros chamados Marriage Bargain…
11147082_882349248505300_3733366517239137932_n
Eu e Dea no meio da madrugada, chegando a um Dunkin Donuts…
11156358_882349315171960_8504526556764721428_n
Aqui em um momento em que eu ainda estava acordada…hahahahah…só pra registro da foto, mesmo…depois eu capotei…
11150566_882349771838581_4487908614176559108_n11133771_882349701838588_2928552847866694649_n11118499_882349591838599_1427793034433453459_n
Olha a nossa chegada na city! Eu tava feliz kinen cachorro quando coloca a cabeça pra fora do carro…hahahaha…ops….literalmente…
10997782_882349618505263_4447330529397318596_n21027_882349358505289_6927204029726955450_n
A vista da avenida principal e a frente do hotel que fica praticamente de frente à livraria.
10923296_882349458505279_1709124391787151293_n
Estão vendo ali atrás? A livraria da diva.
Chorei. Litros. Porque realizei um sonho que acredito que talvez eu nunca tivesse tido. Conhecer Nora Roberts ao vivo e em cores. AWESOME!!!!
E não preciso nem dizer que neste sonho fizeram parte, meu marido, que patrocinou meu sonho mirabolante, meus sogros e cunhados que curtiram a minha empolgação, meus filhos que ficaram orgulhosos da mami e minha família dada por Deus, os Gehrke Coelho. Que me levaram nesta aventura sem a menor hesitação. Simplesmente embarcaram no sonho junto comigo. E foi maravilhoso. Memória pra vida toda. Amo vcs. Do fundo do meu coração!!!

Bjuuu

10 comentários:

  1. Que momento de vida, vivendo de inveja aqui! Kkkkk...adorei sua divagação, Martinha. Bjs

    ResponderExcluir
  2. UAL!!!!!!!!!!!!! Meu Deus!!!! Eu nao conseguiria falar nada tb!!!! Fico mega timida qdo conheço alguem que admiro, sem falar na limitação do idioma (nao falo nada em inglês). Nossa Martinha obrigada por compartilhar esse momento fantastico que vc viveu :-D
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Aiaiaia Martinha!!!

    A vida eh costurada com essa lembrancas maravilindas!!!!

    Bjo

    ResponderExcluir
  4. Juro, adorei! De verdade, em especial o "nativa" do Brasil, me senti lá! E descobri um desejo que nem sabia que tinha! O de conhecer a cidade dela!!!!!!!!!!!!!!!!! Parabéns, sonhos são assim, especiais, mesmo que os realizemos, eles permanecem sendo feitos da matéria dos sonhos, surreais e capazes de nos inspirar para sempre!

    ResponderExcluir
  5. Que sonho, meu Deus!
    Eu teria capotado ali mesmo, na frente da Diva, e teria partido para a glória... juro!
    Poxa, muito feliz por você, Martinha. Espero um dia poder fazer a mesma coisa. Se não nesta vida, quem sabe na próxima, né? Oremos! kkkkkkkkkkkkk
    Amei a divagação, como sempre! Obrigada por me fazer rir litros... você é muito louca! hahaha

    Beijosss! <3

    ResponderExcluir
  6. Meu Deus que maravilha,obrigada por compartilhar conosco esse momento,pois me sentir lá TB junto com VC ,acredito que comigo ia acontecer a mesma coisa ,muito Ilário.bjss

    ResponderExcluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  8. Realizando sonhos.... vc merece!!! ;)

    ResponderExcluir
  9. Parabéns pela realização do sonho e tietagem. Adorei a emoção

    ResponderExcluir
  10. Ai, que linda Martinha!!! acho que se fosse comigo teria ficado sem fala mesmo! a ideia da camiseta foi otima, muito boa, e ajudou pra caramba, neh?! Parabens pelo sonho realizado, vc merece... e que venham mais aventuras pela frente! quem sera a proxima? Ps: as fotos ficaram super lindas!! e a cidadezinha eh simplesmente um charme a parte... super bjs no coracao!!!

    ResponderExcluir