Divagações de Martinha

 

diva3

 

Jessica Jay

Olha....eu quando gosto de um livro e infelizmente descubro que o infeliz tem " irmãos", ou seja, está acoplado em uma sequencia de livros, acabo ficando louca enquanto não leio todos. Foi assim que começou minha jornada ebookiana pelos Homens do Texas. Porque até então, eu pensando que fosse apenas mais um cowboy inveterado e dando sopa, acabo descobrindo que na verdade Jacobsville é A Cidade dos Cowboys da Diana Palmer...e lá todo mundo se conhece e todo mundo casa com todo mundo. Ou mais ou menos assim.

Daí as bonitinhas me falaram para ler o tal do Solteiro Irresistível da Jessica Bird, aka J R Ward, que nada mais é do que a diva mor de livros vampirescos com vampiros sarados e tudibão e cheios de testosterona e feromônios ( isso serve pra vampiro também ou só pros lobinhos?) espalhados pelo ar.

Então...ataquei o bofe, digo, o livro e ....uauuuuu....paxonei...ela conseguiu construir um homem fodástico poderoso, macho alpha e ainda assim um mega fofo. Então...eu sempre leio os agradecimentos dos autores...adooooro...isso me inspira a criar os meus mais tarde, a ver quem eu tenho que agradecer e piriri pororó...

Okay...divaguei e me perdi...ah, tá...lá nos agradecimentos dela a Jessiquinha avisa que poderá haver outros bofes em seguida. Okay...lá se vai. A fofis escreveu para a Harlequin um folhetim romântico basiquete. Chamado inicialmente de The Beauty and the Black Sheep, nos meados de 2005, foi relançado sob a alcunha de O Rebelde. Embora haja uma certa incongruência na ordem dos acontecimentos. Divaguemos irmãs...

Este livro ( O REBELDE...tô escrevendo grandão para as minas não me aloprarem dizendo que eu nunca coloco o nome dos livros...) traz à tona o mega lindo e rebelde Nate Walker. Um Chef Du Cuisine marvelleux , sexy e de uma família rica, mas que larga tudo pra seguir seu destino ao vento. Ele é um fofo...fofo mesmo...tô falando sério. Tem lá sua pose de rebelde sem causa, mas na verdade ele é um lindo cheio de amor p dar. E lá se vai o bofe em uma viagem em busca de seus ideais ( montar um negócio próprio) quando o seu carro velho pacas quebra em meio ao nada, porém não tão nada assim. Logo mais adiante eis que surge uma casa belíssima, porém ainda assim decadente, com uma família lutando para se manter em pé. Temos nossa Frankie Moorehouse. O nome dessa série inicialmente se chama O Legado Moorehouse. Porque as histórias se interligam numa liga muito doida.

OKay. O Nate cata a Frankie, certo? Mocinha pobre, cheia de dívidas, batalhadora, contrata chef temporário e o bofe é a salvação da lavoura. O clima vai, o clima vem...uma provocadinha daqui, uma pegada dali...péi! os dois se engatam no maior love...com direito a juras de amor no final, a desistência do lindo em se mandar para NY e ficar com ela e enfim...o amor é lindo...sempre.

Pois...Nosso Nate Rebelde tem um irmão gêmeo. O nosso gato Jack Walker, que está devidamente bem descrito em UM SOLTEIRO IRRESISTÍVEL ( pegaram o nome? ) , cuja capa...ula-lá...Mon Dieu... pegaram um bofe mega fofis pra encarnar o ricaço, que ficou por conta do nome da família sustentando a mãe gastadora e da High Society. Enquanto o Nate foi deserdado e deu o vazari, o Jack ficou e assumiu a família que estava falida por um pai doido e sem noção e ergue um império restaurando o bom nome WALKER. Uau. Aqui temos um lance maneiro porque ele tem um antepassado que lutou na guerra de 1800 e lá se vão os números e , recompra um quadro que era uma relíquia da família e....obvio...a restaurateur é uma mulher que enche seus olhos. Ele fica meio que obcecado pela mina, sonha luxuriosamente com ela e ...voilá. Temos o roteiro do livro. Claaaaaro que rolam faíscas entre os dois, intrigas de uma mãe que não aceita a mina, que é pobre pra cacete, mas que guarda um mistério , já que é bastarda e seu pai era um homem poderoso...uhhhh...parece nossos livrinhos históricos, né?

Okay. O cara fica loooouko pela mina, mas em sua campanha de eleição para governador do estado de Massachusetts , cai no erro de se preocupar com o tal segredo que ela guarda. Em meio a um mal entendido do carái, os dois quaaase se separam...mas ele é um lindo...e...surpresa, surpresa...Nate aparece por aqui...dá um oi pro Jack e depois capa o gato. E nesse capar o gato é que temos algo muito doido, porque nessa viagem do Nate que ele vai e conhece a Frankie, sacaram? Ou seja...o Solteiro deveria ter vindo primeiro, mas a Jay Jay escreveu ele depois...uau...

Certo...onde eu estava? Lá no Legado Moorehouse. Que, não conta com o Solteiro Irresistível porque ele não faz parte dos Moorehouse, sacaram? Ou tá confuso?...cara...eu tô divagando mesmo...OKay...se lembram que o Jack Solteiro se candidata a governador? Pois...ele tem um cara, amigão da facul, que organiza as imagens dos elegíveis a algum cargo público. O nome desse lindo é Gray Bennet, que inclusive chega a ser alcovitado pelo próprio Jack para dar uns pegas na Callie, a mocinha restaurateur, lembram? Mas rola um ciúme doentio e acaba não dando certo.

Então...esse Gray é o sonho de consumo da irmã fofolética da Frankie, a Joy. Ela ama o cara desde adolescente e cativa o sonho de dar uns pegas nele. Quando enfim surge a oportunidade...meus amigos...nunca antes na história desse país vi um finalmente mais demorado do que nesse livro. Infelizmente, my darlings, este livro eu li em inglês, inicialmente chamado His Comfort and Joy e publicado em 2006, foi relançado sob a alcunha de The Player. É o último livro que saiu, com uma repaginada crazy por agora Jessica Bird é J R Ward...tem nome e renome.

Certo. O Gray é um bofe que não acredita em casamento de maneira alguma, por conta de traumas de infância e se sente atraído pela Joy, mas acha ela muito nova e inocente para ele. Ao descobrir que ela tem 27 aninhos e não é uma teenager, apenas parece, ele resolve dar umas catracadas de leves nela. Num momento super over, onde ela vai a NY para tentar uma carreira de designer, os dois se engalfinham nos lençóis e a mina solta um I Love You de leves. O Gray congela e ...mesmo estando os dois pelados e a ponto de bala, sai fora e vaaaaaza. Medroso do carái.

A mina fica arrasada, mas ela é apaixonada por ele e tals. Rola um momento crazy dele onde ele resolve que só vai conseguir sanar a obsessão se expurgar a mina do corpo e, propõe que eles fiquem assim...ficando de vez em quando de quando em vez, quando as agendas permitirem. Mais um momento hot e mágico acontece e , no auge do mambo horizontal, ele péi! Engata o Land Rover de uma vez na garagem...mas percebeu depois que havia um portão...hahahahahaha...sacaram a metáfora? Ficou lindo.

Então...o cara congela ( momento dejavú.) e desiste do ato porque coloca na cabeça que machucou a mina, que foi um bruto, e deixa a Joy sem nenhum pingo de joy ( alegria) e a ver navios. Literalmente.

Os dois ficam num relacionamento conturbado onde não ata nem desata, ele é psico com ela, mas não dá uma catracada forte, mesmo a mina implorando. Enfim...só depois que o cara já está assim, suuuuper fora da sua cabeça pela privação ao prazer eterno, é que ele se rende e enfim...enfim...lá nas 20 páginas finais, ele dá uma bem dada com a mina e ...vocês acharam que seria assim fácil? Não...ainda rola um conflito que faz com que um ofenda o outro e ela saia de trem de NY para as Adirondacks ( vcs conhecem essa região? O Revh tem uma casa lá onde moram o Phury e as escolhidas....hummmmm). Certo...ele corre e pula no trem e rola um momento cinematográfico de pedido de perdão e tralalá e todo mundo fica feliz.

Todo mundo nada...ainda existe um irmão...o Alex...que é apaixonado pela Cassandra, amiga do Gray, e que ajuda a carreira da Joy em NY. O Alex era amigo do marido da Cassandra, que morreu num acidente de veleiro, onde o Alex também estava junto. O relato desse acidente acontece no livro do Nate e da Frankie. O Alex se sente culpado, porque no mínimo eu acho que antes do acidente deve ter rolado uma briga entre os dois a respeito da mulé. Ele passa a beber kinen um gambá e vai definhando de amor comiserado.

Este livro se chama FROM THE FIRST KISS. Apenas em inglês também, amigas. Ainda não li. Estou apanhando mais do que a Anastácia Steele pra baixar o danado. Hahahahhaha....

Acompanhem comigo. Ainda existe o livro chamado A MAN IN A MILLION. Onde o personagem é o sócio do Nate, um chef também tudibão e todo tatuado que acaba pegando uma mina que nunca ouvi falar. E a Jessica Bird ainda voou como um passarinho ( pegaram o trocadilho?) e escreveu a saga dos irmãos O'Bannion, onde o primeiro irmão é suuuuper amigo do peito do Gray Bennet. Complexo, né? Viram como é bom divagar? Hahahahah.... nós muitas vezes lemos livros avulsos e soltos por aí, quando na verdade eles são uma grande família feliz. Todo mundo conhece todo mundo, kinen novela da Globo.

Ahhhh...peraê...olha ainda mais...sabe o livro UMA SENHORA INESQUECÍVEL ? a Grace Hall , mocinha desse livro, é meia irmã da Chloe, mocinha do SOLTEIRO IRRESISTÍVEL, e aparece lá no livro também. Ela acaba se pegando com o Guarda Costas bonitão e digo a vocês, embora a ordem dos tratores não altere o viaduto, no livro do SOLTEIRO os dois já estão juntos, o que indica que não ordem na bagaceira, os livros devem estar cronologicamente simultâneos. Muito doido. Esse eu já li, mas confesso que não me lembro muito. Relerei.

O que me mostra que Jessica Bird, aka JR Ward gosta mesmo de uma comunidade e histórias interligadas. E nós também. E que venham mais...muito mais...

Bjuuuuu

P.S : Curiosidade: aka, é a sigla para Also Know As ou em bom português, Também Conhecido Como. Certo? Martinha também é cultura...hihihihi...

Mais uma: os livros relançados agora contam com capinhas condizentes ao nível da autora. Se vcs chegarem a ter a curiosidade de comparar, verão que antes eram aquelas capinhas básicas de nossos romances de banca....agora....uhhhh...segura peão....só style nos bofes da capa.

 

Acréscimo do Heredograma dos livros…

SCAN0034

Em Inglês as ordens dos livros e suas datas de publicação são estas:

Single Novels:

Uma Senhora Inesquecível – 2004

Um Solteiro Irresistível – 2004

The Moorehouse Legacy

1) Beauty and the black Sheep – 2005 ( relançado como O Rebelde em 2011).

2) His Comfort and Joy – 2006 ( relançado como The Player em 2012).

3) From the First Kiss – 2006

4) A man in a million – 2007

The O’Bannion Brother Series

1) The Billionaire Next Door – 2007

Curiosidade: Acredito piamente que o outro brother dos O’Bannion deve ter sido escrito por outra autora naquele lance de parceria.

E mais, O Moorehouse Legacy foi escrito simultaneamente com a vampirada suculenta da Irmandade dos Adagas Negras, até o livro do Revh, Amante Revelado, em 2006. Daí depois ela meio que incorporou a J R Ward e só quer saber de sangue e anjos voando e bla bla bla…jhahahahah

20 comentários:

  1. Martinha, calma que fiquei confusa, menina que montes de livros, adoro estas divagações que deixam a gente alvoroçada, vou anotar todos os nomes............. que raios de histórias, tudo interligada, é personagem para dar com pau, devemos anotar! Valeu pela paciência em ter unido todas elas, ficou muito show to rindo horrores aki, e com uma mega dor de kbça e tonta por tentar me lembrar de todas as associações, Beijokasssssssssss

    ResponderExcluir
  2. Vamos por partes:
    Parte 1) UAU!! Tipo, UAU!! Caprichou, viu??
    Parte 2) Essa história de sequência e irmãos, primos, enteados, cachorros, gatos, piriquitos e toda a fauna da Floresta Amazônca, às vezes, faz a cabeça rodar. Mas....... nada que me faça desistir das autoras queridas do meu coração.
    Parte 3) Como você não se perdeu? Lá pelo meio dos livros eu já estaria pedindo um mapa ou uma árvore genealógica [ o que fosse mais útil]. Cara, é tudo junto e misturado. kkkkkkk..........
    Parte 4) Adorei!!

    Até.

    ResponderExcluir
  3. Eu sabia qUe vcs iam ficar confusas...heheheh....eh uma doidera mesmo...hahahaha

    ResponderExcluir
  4. Ainda não li mas já tenho os livritchos pq... bem pq é Ward (ou Bird, no caso). Não imaginava que rolava todo esse lance genealógico. haha
    Se bem que disso eu entendo bem já que conheço quase toda a população de Jacobsville, onde todo mundo é parente, se conhece ou mantém algum tipo de relação. Sabe o que eu estava pensando esses dias logo depois de ler mais um livro da Titia Palmeirão? Queria que ela vivesse eternamente e continuasse a escrever livros sobre os descendentes dos seus personagens, e sobre os descendentes dos descendentes... e por aí vai. Ao infinito e além!

    Mais um... uns para a listinha de leitura. ;)Preciso ler para desfazer o nó da minha cabeça. Cadê árvore genealógica? Tipo aqueles dos livros da Harlequin?

    ResponderExcluir
  5. Nossa, isso sim eu chamo de Divagação... me perdi algumas vezes e tive que reler, kkkk... Pirou o Cabeção!!!! Adorei... Beijos!!

    ResponderExcluir
  6. Nooossaa!! Muito livro bom p ler Martiinhaa! Botar todos na lista

    ResponderExcluir
  7. Amei !!!!! Vou tentar fazer uma lista para colocar ordem na sequencia de leitura. Pirei e me perdi geral. Rsrsrsrsrs

    ResponderExcluir
  8. Cara.. amo suas divagações... quando estou lendo é como se fossemos amigonas.. daquelas que comem montão de chocolates, bebe muito vinhos... falando dos saradões...tô rindo horrores.. kkkk...
    ah!! sou muito mais: sangue e anjos voando... kkk.. abs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois então...e sabe o que as minas dizem? que ao vivo eu sou kinenzin...hahahaha...que bom que tu gosta...mas leia esses da Jessica...ela faz uns tudibão bem tudibão...heheheh

      Excluir
  9. Martinha, ufa q alivio, tudo compreendido agora, tomara que os outros livros cheguem logo! Vou até imprimir o organograma aí. Kkkkk beijokas

    ResponderExcluir
  10. Essa divagação foi suuuper esclarecedora! Tenho a maioria desses livros mas cada um em uma pasta. Na verdade nem sabia que faziam parte de uma sequência. Vou correndo arrumar minha biblioteca e colocar tudo em ordem. Obrigada, Martinha!
    Beijos e ótimo fim de semana!

    ResponderExcluir
  11. Martinha minha linda como sempre nos socorrendo :-D Então eu estou lendo na seguinte sequencia: Uma Senhora Inesquecível - Grace e John Smith (que no final do livro passa a se chamar Ross) a Grace é a meia irmã da Callie que se apaixona por Jack em Um solteiro Irresistível onde conhecemos o Nate que ira ser o protagonista de O Rebelde onde se apaixona por Frankie (irmã da Joy e do Alex), a Joy se apaixona pelo Grayson "Gray" no livro Amor Hechicero (Amor Feiticeiro) terceiro livro da serie Legado Moorehouse em seguida temos Desde Siempre com o Alex e a Cassandra e o quarto livro da serie Un Hombre entre un Millón com o amigo do Nate o Spike e Madeline. O primeiro da serie Legado Moorehouse é Corazon a la deriva (serie O Banyon)bom eu só li os três primeiros os outros irei ler devagar por só tê-los em espanhol (que consigo ler, pois inglês não é a minha) Ótimo fim de semana. Beijos

    ResponderExcluir

  12. Calma, calma, estou tentando entender até agora...kkkkkkkk
    Adorei (como sempre!) a divagação explicação. E mais, quero avisar, o NATE é meu!!!!!!
    TTenho dito! BJKs

    ResponderExcluir
  13. Martinha quirida, fiquei meio confunsa, li e reli alguns paragrafos, depois engatei...ACHO.KKKKK. Meu comput não mostra direito a genealigação dos livros, estava esperando o livro do Nate mais entendir que já foi lançado é isso?
    Olha a divagação está ótima. Aproveito para lembrar que estamos esperando a continuação do Tapete Vermelho na visão do James. OK. Beijos!

    ResponderExcluir
  14. Eu li o irmão Nate gostoso primeiro, agora descobri o Jack,mas pra falar a verdade, eu não tenho paciência pra essa porcaria de cronologia trocada. Eu nem tentei ler o restante dos livros, não é um saco isso? Mas eu adorei esses deliciosos irmão, ai que maravilha!!!!

    ResponderExcluir
  15. Ei Martinha! Queria te convidar para participar da TAG 11 Coisas, acesse o link e veja: http://meumundinhoficticio.blogspot.com.br/2013/05/tag-11-coisa.html

    bjos

    ResponderExcluir
  16. ei linda adorei sua divagação,vou começar ler essa serie.ei vc tem eles em ebook,.eu encontrei essa serie aqui neste blog,mais acho que é tradução mecanica http://hotblog-luna.blogspot.com.br/
    voltarei logo para da minha opinião sobre os livros.mais pela sua divagação sei que é uma loucura bjs a todas.

    ResponderExcluir
  17. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  18. Morrendo com essa super mega master resenha, rindo aqui das suas divagações kkk. Eu li a sequencia correta, ia ler O Rebelde quando percebi uma citação da autora falando sobre Nate ter aparecido em O Solteiro Inesquecivel, aí fui ler chegando no livro descobri a Callie falando sobre Grace, então, corri para Uma Senhora Insquecivel e acertei as sequencias kk, ufa cansei. Será que deu pra entender? Enfim, agora ficarei desdperada para ler o restante, como faz? kkk!

    Sil

    ResponderExcluir
  19. Vixe mãinha pq demorei tanto pra passar aqui kkkk adoro indicações dos nossos amados romances, agora nem sei por onde começar kkkkk QUERO TODOS!!!

    ResponderExcluir