Divagações de Martinha

 

Em virtude de sérias injúrias sofridas durante uma filmagem divagante, venho a todos informar que passou pela minha cabeça não postar nenhuma divagação neste final de semana, excepcionalmente.  Martinha agradece os desejos de boa recuperação e estima que vcs sofram sua falta.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Háaaaaa…matei vcs de susto, né não?!

 

 

diva3

 

Jejum Literário

Calma…não estou falando nada ainda sobre fazer um jejum e um momento de abstenção literária, ou seja, sem poder ler nada e absolutamente nada, como uma forma de sacrifício vital.

Estava eu e meus neurônios sapientes pensando novamente em um assunto a ser divagado….vocês tem noção de que é bem capaz que muito em breve poderá ser dada a minha aposentadoria divagatória, não é mesmo? Porque muito provavelmente eu já terei divagado sobre quase que absolutamente tudo e não haverá mais letra sobre letra a ser divagada pela minha pessoinha adorável….hehhehhe…surtem…

Pois…eu e uma amiga praticamente irmã e caída no vício, estávamos tentando cavucar ideias. Ela dava um palpite e eu respondia: já divaguei sobre isso. Ela dava outro e eu retrucava: Também já divaguei sobre isso. Enfim…estou na estrada com vocês nesse lance de divagações há um tempo, né?! Os assuntos estão se esgotando…hahahahah…mas os livros não…

Então, para não perturbar vocês novamente com um vídeo meu muito interessante ( que será usado na minha próxima di-vídeo-gação…), rebuscamos nossas memórias literárias em busca de um assunto nunca antes divagado na história desse país.

E qual não foi minha surpresa quando eis que surgiu um tema muito interessante. A fome.  Ou melhor, a ausência da fome.

Vejam bem, nós temos uma personagem feminina lendária em seus momentos de abstinência alimentar. Creio eu que até mesmo já comentei sobre isso em uma divagação intitulada Divagations In Death .  É isso mesmo…estou falando da minha, da sua, da nossa Eve Dallas. Nossa kirida adoooooora passar fome. Na verdade, ela adora fazer a linha looooka e esquecer de comer. Onde isso acontece e porque ela consegue e nós, reles mortais, não conseguimos, não entendo…

Pois bem…Eve se atraca em um caso intrincado de assassinatos em série, ou whatever, e cai matando na investigação ao estilo CSI New York ou Lei e Ordem e pronto. Está feito o momento jejum na vida da mocinha. Porque ela simplesmente se esquece de comer. Simples assim. O dia passa, as 24 horas se tornam poucas, ela corre de um lado ao outro, vai pra casa e se não for o Roarke adorável a obrigar a comer, ela não come. E passa boa parte das páginas do livro à base de café. Eu já cheguei à conclusão que nossa fofa J.D Robb, vulgo Nora Roberts, ama definitivamente uma boa e velha cafeína. AMA. Totalmente. Todos os livros dela a mocinha ou inho são loucos por café. Uau. Já posso imaginar Norinha com seu laptop em punho, um cigarrinho pendurado na boca e uma jarra de café o dia inteiro sendo consumida…e nada de comida.

O café literário de tia Nora é nutritivo e alimenta. Porque a Eve usa o café para tapear a sensação de fome. E eu imagino que a Eve deve sofrer de um gravo caso de halitose, porque quando o estômago fica muito tempo vazio, é isso que acontece. E ainda mais….será que ninguém nunca pensou em avisá-la que jejum prolongado pode dar hipoglicemia ou mesmo enxaqueca???? hein? hein? Sério…se eu passar um tempão sem comer nada eu passo malzaço de dor de cabeça….

Outra coisa….se ela fica sem comer tanto tempo, só na base da cafeína, corre o dia inteiro, não dorme as horas ideais de sono decentemente, apanha dos bandidos de vez em quando e tal…a pergunta que não quer calar é a seguinte: ela não é um ser humano normal? ela é um alien? porque a Eve ainda consegue chegar e dar um créu bem dado no Roarke…uau…como ela tem ânimo pra isso? o corpinho dela não fica debilitado ?? Tudo em que o Roarke é um belo pedaço suculento de Filé Mignon em forma de homem e só olhar para ele já alimenta, mas….sei não…ela não deveria sentir as agruras que nós, reles leitoras mortais, sentimos, hã? A licença poética é uma Bitch, porque ela permite altas extravagâncias sinistras que ao vivo são impossíveis.

Sério…você fica de boa assim no dia a dia sem comer nada e absolutamente nada? Você não fica com um mal humor do cão porque está sentindo fome? Você não fica com um bafo medonho quando passa muito tempo sem se alimentar? Você não tem tonturas? Porque eu tenho.

Mas as nossas mocinhas fofas não tem…sério. Todas as que vejo às vezes passam dois, três dias sem comer direito e muitas vezes só sentem fome quando o herói coloca um pedaço de comida perto delas. Daí, a narradora cita que somente naquele momento deu-se conta de que não comia nada desde o almoço de anteontem… wadarréu??? hein? hahahaha como? como elas conseguem???

A Anachata ficou afastada do Grey por cinco dias, numa briguinha infantil de namorados e ficou sem comer….what? A Julia do Inferno de Gabriel, fez da vida do dito cujo um inferno de Dante porque ele tinha que obrigar a mina a comer…uau…dessas mocinhas quem está se salvando é a Eva Trammel que adora bater um prato sem culpa…hahahahaha…e a autora ainda cita que ela vai ter que malhar dobrado pra gastar as calorias consumidas….hahahahaha….

Mas sério gentem…parem e pensem…nos romances históricos as mocinhas não tomavam o leitinho com toddy sagrado na minha vida, antes de irem dormir. E mais, às vezes elas se embrenhavam em uma fuga pela floresta, em companhia de seu bofe magnânimo, sem comer nada direito, nem uma barrinha de cereal, e ainda tinham ânimo pra cavalgar e serem cavalgadas…literalmente…hehehehe…fui indecente agora…sorry…

Como elas conseguiam? Esse lance de anorexia literária é floids…porque da mesma maneira que eu sinto fome quando um livro fica narrando muito as guloseimas que os personagens estão degustando ( já divaguei sobre isso a long time ago…) eu também fico irritada com o pique que essas mocinhas têm mesmo debaixo de um regime severo de fome ou ausência. Cruzes.  Pique pra correr, pique pra discutir com o bofe, pique pra…lalalala…( proibido para menores…hehhe).

Me deem a pílula dourada da falta de fome. Queria muito passar por um pãozinho recém saído da padoca e ignorar o bichinho. Ou então pensar…oh, céus…estou com tanta saudade do meu amado amante que nem sequer consigo encarar aquele delicioso sanduíche….  hahahahahahhaha….Me dêem a pílula prateada da alegria consumidora de dar umazinha bem dada com o bofe mesmo se eu estiver sentindo fome, medo, pânico, dores e whatever more….

 

Bjuuuuuuuuuuu

19 comentários:

  1. kkkkkkkkkkkkkk,

    realmente vc me assustou por um momento, Martinha. Eu pensei: OQue?! Como assim, sem divagação?! Que droga aconteceu que eu não to sabendo??????

    Mas então vem você acabar com minha dor, e divaga lindamente como sempre, rs.

    Concordo com vc, tbm já reparei essa mania das autoras de deixar as mocinhas passar fome. E até hoje não engoli esse 5 dias da Anachata a base de UM iogurte, definitivamente não rola. Eu sinto tontura de passar 1 ou 2 horas do meu horario de almoço!!! Sempre tem que rolar um biscoitinho, quando vou atrasar!

    bjus e adorei!

    ResponderExcluir
  2. Martinha bom tema, acho que este complexo das autoras de deixar as moçinhas passarem fome, vem do fato de que muitas delas estão acima do peso , e aí desconta na coitada do moçinha, elas ainda não perceberam que os Tdb's literários vão amá-las gordinhas, magrelas, e axo que mais gordinhas que magrelas devido a insistência na alimentação da moçinha ..... Daqui a pouco vão axar que rola uma apologia a anorexia nervosa . Eu já desmaio se pular refeições minha pressão não se mantém não. Em todo caso não tente seguir a dieta literária em ksa, pode ser prejudicial a saúde! Beijão, divagação maravilhosa.

    ResponderExcluir
  3. Absolutamente verdade ,incontestável as mocinhas passam fome mas estão sempre com energia para tudo:trabalham, perseguem,brigam,tem bom humor e tesão! Eu passo fome e: tenho dor de cabeça,mau hálito,passo mal,fico num estado de nervos e transar só por Deus!Mas eu não sou mocinha.............................KKKKKKKKKKKKKKKKKKKK Realidade passa longe.Beijos.

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. Eu concordo que as autoras matam as coitadas de fome,mas tia Nora exagera com a pobre Eve.Divagação como sempre ótima bjos bom domingo.

    ResponderExcluir
  6. Excelente divagação. Realmente a Eve Dallas não come quando começa a investigar seus casos impressiona como as autoras deixam as mocinhas(os) sem comer e todos continuam com energia, se eu fico sem comer já me da dor de cabeça e mal humor, e mais uma coisa eu não suporto tomar café preto (ok a/essa expressão pegou mal eu sei, o que quero dizer é que só bebo café ou chá com leite) Beijos e ótimo fim de semana.

    ResponderExcluir
  7. Verdade. As mocinhas conseguem ficar dias sem comer nada e continuam fazendo de tudo. Martinha quando vc achar a pílula dourada da falta de fome avisa pra gente. Todo mundo vai querer. Bjs

    ResponderExcluir
  8. MArtinha parabéns mais uma vez pela divagação, gostaria mesmo de saber como nos livros, filmes e afins, as pessoas perdem a fome tão rápido. kkkkkk nada me tira a fome, já me encontrei em tantos momentos tribulados, que a última coisa que alguém poderia pensar era comer, e olha lá meu estomago dando o ar da graça kkkkkkk. Adorei como sempre.

    ResponderExcluir
  9. Martinha vc é má, fica assustando a gente... Mas passou rápido e adorei a divagação.
    Não vejo mal algum e saborear uma comida gostosa, por isso sou fã da Eva Trammel...

    ResponderExcluir
  10. Mas a Eve tem suas reservas de chocolates escondidos e a repórter, a Nadine vive levando doces na Delegacia, não esqueçam que ela ainda para no meio do caminho e pede para a Délia comprar aqueles sanduiches estranhos; mas que é lindo ver, ou ler o Roarke insistir para ela comer alimentos saudáveis, ah, isso é; não conheço nenhum homem que faça isso. Se a gente parar de comer, eles não percebem a não ser que deixe de fazer a comida para eles. Adorei como sempre Martinha. Muitos beijos e um feliz domingo. Fernanda D.

    ResponderExcluir
  11. Martinha minha, se eu fosse escalada pra viver uma mocinha e ficasse assim passando fome, nem teria animo de me arrastar da cama, qto mais cavalgar ou ser cavalgada, kkkkkk.
    Qndo a fome aperta eu começo a ficar meio amarelada, sabe? kkkkkkk

    Dorei o tema.
    Bjus

    ResponderExcluir
  12. Será que se euzinha da silva aki. Arrumar um bofe como esses dos livrinhos, eu fico magrinha e paro definitivamente de comer porcarias?
    Tenho quase q absoluta certeza q o segredo é esse!! kkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  13. Menina, quase que tu mim mata de susto. kkkk, pensei... que merda é essa? O que aconteceu para Martinha não divagar?
    Quando voçe descobrir o nome da pilula que nossas mocinhas tomam não esqueça de compartilhar.kkkk.

    ResponderExcluir
  14. Ha ha ha!!!!! Morri de rir com a divagação e os comentários!!!! Finalmente achei alguém que repara nesses "detalhes" como eu!!! Adorei!!!

    Mas deixa eu me apresentar! Trabalho no CJF e sou colega do Érico. Foi ele quem me falou do seu blog porque eu também gosto muito de ler (mas, definitivamente, não tenho nem um décimo da sua velocidade!!!) e sempre estou perguntando por você!!! Te desejo muito sucesso e já falei para o Érico que comprarei seu livro! Um beijo grande!!!!

    ResponderExcluir
  15. Martinha, realmente , preciso ser apresentada a essa pílula!!!!! impossível resistir a um pãozinho quentinhooo.... quanto ao café e a quantidade que sempre é descrito nos livros, acho que só americano gosta mesmo, ô cafézinho ruim o deles, como meu marido diz :- Parece água de batata!!!!!! elas não teem enxaqueca e nem gastrite , possuem um tesão tão louco por seus bofes que nem a inanição as priva de sexo , simplesmente porque são de PAPEL!!!!!!!!!!!!
    Adorei como sempre minha Diva!!!!!!

    Uma ótima semana p/ você!!!!!

    Bjusss

    ResponderExcluir
  16. Ana Lu, que gracinha! Entao vc eh amiga do meu husbie do trabalho neh? Hahahah ele morre de vergonha do meu blog...entao qqr informaçao sobre homens tudibom eh meramente ficcional e com fins de entretenimento, viu? Hahahahha...ate hoje el nao me perdoa pela divagaçao que fiz comparando os bofes lindos com carros...hehehehe...soh pq falei dos tanquinhos e tals....homem ciumento esse meu marido....

    Bom te ver aki! E compre mesmo...pode me divulgar bastante que eu deixo! Hahahah

    rosie, sua linda! Vc sumiu...hahahaha...to enrolando com a sua soltura e seu retorno aos braços de Bertrand maravilindo, neh? Hahahahah....pois eh...o cafe de lah eh ruim demais ...ecati!!! Hahahaha tvz por isso eles bebam muito....nem parece cafe...hahahahahah...


    Bjuuuuu

    ResponderExcluir
  17. Bem, eu com fome fico terrível, com o humor do cão e dor de cabeça enxaquecosa, um verdadeiro monstro.
    Já a nossa amiga Eve Dallas nem percebe pois com fome ela soca um murro de esquerda nos meliantes,prende traficantes, faz toda a rotina da delegacia e consegue ainda contrariar o mordomo dela tal e qual uma bipolar...louca!!!! quase igual a mim !!!!!

    ResponderExcluir
  18. Martinha Diva! Adooro seu bolog!

    O que eu mais reparo é que além de nunca terem fome, qualquer motivo é motivo pra largar até mesmo um prato de filet mingnon! A mocinha senta à mesa, olha pra'quele bife suculento e diz: "estou tão feliz que perdi a fome", "estou tão triste que perdi a fome", "estou com tanto tédio que perdi a fome".
    Fala sério! Ah se eu pudesse e meu dinheiro desse...

    ResponderExcluir
  19. Pois eh , neh Amanda? parece cena de novela...minha mãe tem trauma...às vezes a gente tah lah assistindo uma cena de novela das 20h, a mesa posta do jantar, um suco maravilhoso e amarelo brilhante...a gente até saliva de vontade...daí começa um trelelê e a galera abandona a mesa largando a comida lah...sozinha....hahahah
    Nos livros eh a mesma coisa...qdo que eu ia largar um filezão que o Roarke arranja ? no way!!!

    ResponderExcluir