Divagações de Martinha

 

image

 

Moda e Beleza

O post de hoje vai ser bem singelo e meigo….prometo não falar mal de ninguém, prometo me comportar lindamente e ser uma cronista muito pudica….e claro, o coelhinho da Páscoa existe e é lindo e sarado como um Seal…ou seja, isso não vai rolar…hahahahah…

Ok. Comecemos pelo início. Passei o final de semana passada e o restante da semana mergulhada em meio aos meus edredons e a Judith…no bom sentido, claro. Eu e os livros delas…hehehe…E lá estava eu, matando saudade de todos os livros judithianos. Depois da divagação dos mocinhos chorões, fui averiguar a veracidade das lágrimas do Jordan e do Jason…ambos personagens da Juju e muito, mas muito mesmo, inesquecíveis em minhas memórias…

E lá pelas tantas páginas de pura angústia literária ( porque os livros de Tia Juju tem a habilidade de me deixar assim…), eis que me deparo com uma divagada muito interessante. Eu já havia anteriormente divagado sobre as vestimentas de época. Falei sobre isso, sobre o asseio e etc. Mas como essa temática é uma fonte inesgotável de divagações na minha mente, cá estou eu , again. A adorável mocinha Sheridan Bromleigh, enquanto ainda na amnésica Charise, estava para ser apresentada à sociedade londrina. O dedicado Stephen Westmoreland chamou a costureira mais famosa da cidade e mandou que confeccionasse mais vestidos para a donzela. E a frase que não quer calar é a seguinte:  mas se eu já tenho 5 vestidos, para que eu precisaria de mais?  Ai, meus sais….é uma fofa, né?! se ela já tinha essa quantidade “absurda” de vestidos, porque mais? porque? Whatttttt???? Amigas….abafa o caso….essa pequena cláusula textual me levou em viagens insanas pelos percalços da moda. Me digam com toda a sinceridade…como, pelamordedeus, como esses vestidos, em sua majestosa quantidade de panos, eram guardados? Porque a dúvida que me persegue é a seguinte: se eu, que tenho 4 alas do meu armário gigante na minha casa ( enquanto meu pobre marido tem apenas duas…), sinto que falta ainda espaço para acondicionar todas as minhas roupinhas, tipo: calças jeans, calças sociais, vestidos, saias, blusinhas, jaquetas e parari e parará, logo, se eu sinto que o espaço é pouco, vocês conseguem imaginar onde esses vestidos volumosos eram guardados??? Em alguns romances fala-se até mesmo de baús….o que??? baús??? e pelos raios catastróficos, como esses vestidos eram desamarrotados, se não existia a delícia dos tecidos não amarrotáveis de hoje em dia? Já pararam para refletir sobre esse pequeno detalhe? as coitadas das criadas passavam os bichos a ferro mesmo? e quantos dias elas levavam para conseguir esse intento? ou, quantas criadas eram necessárias para desamassar um vestido de baile?

Nós sempre lemos sobre certas cenas e nunca refletimos nelas, não é verdade? é isso o que minha mente faz, ela divaga loucamente pelas linhas e entrelinhas do texto, buscando e rebuscando informações que sejam compatíveis ao nosso tempo. Eu sei que a licença poética das autoras permite que as mesmas tracem suas linhas da maneira que quiserem, mas certas coisas tem limites na minha cabecinha….e esse é um deles…

Outro detalhe medonho…imaginem agora o volume do vestido de época…agora imaginem a parafernália para entrar dentro dele. Dizem alguns costumes literários que as trocas de roupas seriam entre 4 a 5 vezes durante o dia. Traje diurno, traje de cavalgar, traje de receber os admiradores, traje vespertino, traje de gala….ufa….cassetetes brilhantes! eu surtava geral.  Me deixem aqui, por favor. Agora que o vestido parou de pinicar… Essa seria minha frase mais falada…hahahahahaha…

Certo…e quanto à higiene da vestimenta? percebam, a gente sai de casa com um traje, usualmente, certo? E o dia passa na correria da vida e quando chegamos em casa de noite, estamos loucas por um banho e a roupa vai para onde? para a lavanderia, claro. E isso sem acidentes pelo caminho….tipo, um molho de tomate que respinga sem querer, uma gofada do bebê, seu ou de sua amiga querida que você foi visitar, uma mancha de tinta de caneta BIC. Enfim….um milhão de possibilidades podem acontecer à sua roupinha…e o mais importantes….se você é vítima de hiperidrose….ula-lah…querida…é pizza debaixo das axilas sem sombra de dúvidas. Agora, imaginem isso num vestidão. E imaginem o verão europeu que é próximo à temperatura do inferno….pegaram a coisa?

E agora falemos das cabeleiras das mocinhas…imaginem os penteados…eu quando tenho que fazer um para uma festa fico na base do laquezão pra sustentar o troço no lugar. Imaginem as criaturas com penteados elaborados e na tendência da moda…cachos, tranças intrincadas, coques resolutos…whatever…agora imaginem a quantidade de grampos para sustentar a cabelança das mocinhas…pelas descrições de livros históricos, os cabelos são enormes e tal…. Imaginem um penteado, um amasso do duque gostoso nas treliças do jardim, e um momento pochete singelo daqui, uma mão possessiva na cabeça dali…o cabelo não desmancha??? sério mesmo??? que louco…No livro do Stephen pelo menos é narrado que ele arrasa com o penteado da Sheridan na carruagem…uiiii…lugar apertadinho, vestido vaporoso, volume sinistro de roupa interior e cabelo desmantelado…eu matava….se estivesse de TPM então, eu matava messssssmo…..fora o fato de que o cabelão armado num penteado desfeito deve ficar medonho…vocês já desmancharam um cabelo pós festa? e aí? ele fica sexy? hahahahahaha….

Uma coisa é certa, amigas. Eu com certeza queria ser a donzela, a mocinha de berço e sangue nobre….nunca que eu quereria ter nascido naquela época para ser a criada…Deus me Livre! Era trabalho demais da conta , sô!!!

Agora, esses foram apenas alguns aspectos dos livros de romances históricos….caminhemos agora pelos questionamentos da minha mente fértil em relação aos romances contemporâneos…

Vocês repararam que as mocinhas não condizem com nossa mocinhas da realidade? Por um mero e singelo detalhe: elas nunca vão ao salão. Não sei se essa é apenas uma cultura preservada em terras tupiniquins, mas quero que atire o primeiro grampo, aquela que disser que não é uma frequentadora, se não assídua, pelo menos esporádica, de um salão de beleza…sério….manicurezinha básica, trato no cabelo, escova progressiva, hidratação….um bom corte, fora o mais mais de todos….os procedimentos de tintura…onde estão as luzes, os reflexos, as balaiages de nossas mocinhas? Ou as autoras pensam em suas mentes que suas mocinhas já nascem absurdamente perfeitas com várias tonalidades de cores em sua madeixas ? vemos várias descrições assim:  ela tinha cabelos ondulados em suaves cachos num tom castanho rico e permeado por fios dourados pelo sol… alouuuuuuuu!!!!! fios dourados pelo sol se chamam mechas californianas, baby! suaves cachos podem ser conseguidos com uma selagem básica…

E outra…elas não depilam suas pernas e a….bem….o entorno, retorno e contorno? sério? Tô de face…chocada…nos States a depilação total das partes baixas se chama Brazilian Bikini Wax, sabiam? porque essa é uma moda brasileira que ganhou terreno por lá….imaginem agora a descrição das autoras quando os livros foram escritos em 1990 bolinhas??? Conseguem ver ? conseguem ter a visão do inferno quando a autora escreve nos anos 80 e a moda capilar da época era simplesmente sinistra??? eu tenho arrepios…logo, coloco minha mente no portal avançado e na hora da descrição física da criatura, eu evoluo para nossa época atual…simples, né?!

As mocinhas deveriam conhecer os famosos tutoriais de make, né não?! Daí, pra que salão? Pra que tirar a sobrancelha? fazer um tratamentozinho de peeling básico, manicure e pedicure ? depilations? nã…pra que descrever isso, né?! Já faz parte tanto de nossas vidas e está tão arraigado em nosso ser feminino que não precisamos ler pra imaginar as criaturas muito bem ajambradas e deliciosas para seus machos sexys e vorazes.

Bem, este post é singelo. Nada de pornografia gratuita, homens gostosos, sexo alucinado e momentos hot estranhos….mas nem por isso tia Martinha gostaria de ficar sem as opiniões saborosa de vocês….quando eu digo que vcs são umas taradenhas é porque os  posts mais bombásticos e comentados são os que abordam temas mais calientes…porém, comentemos e nos divirtamos com os momentos estranhos e engraçados que vcs já devem ter lido nas andanças literárias de cada uma…tenho certeza que ao menos alguma coisa no quesito moda e beleza, ou a falta dela, vcs já devem ter  lido….

Bjuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu

0 comentários:

Postar um comentário