Divagações de Martinha

Logo das Divagações.

 

Queima de Fogos

Por algum acaso eu já disse para vocês que sempre espero a sexta-feira de maneira bem ansiosa porque é o dia em que coloco os meus textos insanos para fora? Ufaaaa....falei tudo de um fôlego só....quero dizer, escrevi, né?! Mas deu na mesma...porque da mesma forma que cá estou eu aí estão vcs, amigas queridas esperando um momento divagante e cheio de boas gargalhadas....e digo uma coisa...vcs são exigentes...meu lado perfeccionista fica meio abalado por tentar superar a mim mesma a cada final de semana...daqui a pouco meu lado surtado vai começar a ficar enciumado da própria Martinha, que por sinal sou eu...hahahahahah...

Tudo bem...estava meio em baixa esta semana...daí levei um pagadão da Gertrudes que me questionou cadê minha criatividade, se eu estava com um branco literário e aí comecei a liberar a conta- gotas, de maneira homeopática, o conto do Seal gostosão...heheheheh...mas aí, pensando e pensando na divagação deste findi, percebi que não estava inspirada e colocaria um texto que já está feito há algum tempo....e eis que lá estava eu, navegando pelas ondas da internet, quando a Thais, Tata para os íntimos, me pediu para divagar sobre ....sexo. Gente! Vocês são muito sapequinhas, hein? Querem o meu lado sexóloga de novo? Hahahahahah…

Daí, permiti que a sexóloga louca viesse à tona e acabei me aproveitando de uma rebarba do texto do sábado passado. Na verdade eu estava pensando em postar as análises de sexologia da Martinha, no próximo Divã, sobre o tamanho não ser documento....mas aí , hoje resolvi falar sobre o que a tatá me pediu...os tão famosos orgasmos literários...

Simmmmm....aqueles, narrados de maneira contundente e retumbante. Absolutamente fantasiosos e cheios de brilhos e estrelas purpurinadas...quem nunca leu sobre a descrição do ato em si e na hora do momento orgásmico, a descrição seria quase que a queima de fogos de Copacabana? Ou então, uma ventania pavorosa criando um tsunami de “sucos” lubrificantes na região do baixo ventre? Ou, sinos e um coral cantando músicas ao estilo OHHHHHHHHHHHH?

Que mais? Eu já li vários tipos de descrições...vários....de dar água na boca...e uma coisa eu posso compartilhar com vocês...eu já tive alguns momentos super ultra mega Power na hora H em que 1 ) achei que fosse morrer....juro....de tesão, de ataque cardíaco, sei lá…....a coisa estava tão boa, tão boa que me lembro nitidamente falando para o meu marido...”vou morrer, tenho certeza...vou morrer...”e o descarado respondendo: “vai nada....isso não mata não muié....”hahahahahaha....alguns diriam que tive um ataque de pânico suculento, ou a síndrome da morte iminente....muito interessante por sinal ...durante o ato...na borda do famoso orgasmo múltiplo....imaginem a cena da perícia. : “Mulher, jovem, morre ao...hummmm....como eu poderia descrever o ato, senhor detetive?” Morre ao chegar ao topo máximo da felicidade feminina.” responde o palhaço num ataque de inveja e ciúmes. Sim....o ato de dar um orgasmo digno de nota a uma mulher deixa os outros homens fulos da vida...porque para eles é fácil demais gozar. Sacode o blenguers um tiquinho e puft! Cuspiu!! Hahahahahahahahaha....mas para as mulheres exige toda uma arte, técnica especiais e magistrais...

2) chorei. Juro. Vergonhoso, mas já rolou comigo. Eu. Chorei. Não consigo explicar bem o porque....só sei que lágrimas saíram dos meus olhinhos e de pura felicidade....enfim....eu sei o que são orgasmos múltiplos, triplos, isolados e nulos. Graças a Deus, no quesito nulidade eu estou super bem....só tive que fingir umzinho...heheheheheheh....

3) Virei os olhinhos. Ehhhh....medonho....mas virei...por isso eu falo pro meu husbie ficar olhando para outro lugar ao invés da minha expressão facial porque não sei se a coisa fica assim tão elegante quanto aparenta ser nos livros, né?!

4) Praticamente tive uma experiência extra-corpórea e em seguida ao arroubo de paixão desmaiei....eu pelo menos apaguei. Foi um lance muito doido. Até hoje eu e o marido damos risadas da história. Fui absolutamente nocauteada.

5) Gritei. Foi absolutamente ridículo. Mas eu fiz isso...arranhei a parede, quebrei minhas unhas...foi o ó...eu sou o tipo escandaloso, nada discreto...odeio ficar em hotéis por conta disso...sempre tenho a impressão que o quarto ao lado vai curtir junto...hahahahah...mas comigo não tem essa de falar o nome do marido na hora não! Eu hein...eu leio os romances e fico pau da vida quando rola lá o momento e : “rolando a cabeça de uma lado ao outro no travesseiro, ela gritava seu nome, enquanto ele rugia o seu de volta! “ tudo bem....agora vamos colocar no visual: “James, James, James....” e ele: “Oh, Bridget!!!” Gentem....eu fui gente boa demais...imaginem nomes esquisitos....vocês conseguem visualizar a Beth da irmandade gritando: “Wrath!!!!” hein? E quem estiver ouvindo não poderia pensar que ela estava falando: “What? “ hahahahahahahahah.....

Tá...gente...são sensações...muitas vezes absurdamente intensas, brandas, calmas, quentes, depende do momento. Da hora, da situação. Numa pegadinha travessa a coisa é rápida...não dá pra dizer que a mulher vai ficar simplesmente fora de órbita...é gostoso e ups...já? tudo bem...

Uma variável muito importante para o quesito orgasmo, é a idade. Sério. Eu imaginava balelagem total esse lance da mulherada falar “aos trinta sou melhor que aos vinte....” eu pensava: “ahhhh, vai ver se eu to na esquina, queridinha....”....mas hoje, honestamente eu me sinto melhor...e os orgasmos são bem melhores também....e sabe porque? Porque eu conheço meu corpo e sei do que ele gosta....e os livros me ensinaram umas coisinhas muito interessantes....que podemos curtir várias alternativas sapecas....os livros da Lora Leigh me deram altas idéias de locais inusitados em situações inusitadas...calma gente....sem exagero, né?! Apenas dentro do ambiente domiciliar....hahahahahah...esse lance de carro não é comigo....não sei como uma mulher consegue chegar lá em Marte dentro de um carro apertado e com medo de alguém chegar...tipo, a polícia...

Vou divagar um lance doido pra vcs...tudo depende do estímulo também. O cara tem que saber como chegar ao canal...literalmente ...heheheh...não precisa ser um mega monstro com um bilau tipo tamanho transformers...( mas isso é papo para outra divagação...) ...até os macacos se preocupam com a forma correta. Vejam bem....lá estava eu no zoológico....sentada no carro, na sombra, deixando o maridão correr atrás dos guris...estava eu, ouvindo uma canção de boa...e rolou um momento Discovery Channel....bem na minha frente....atentado violento ao pudor.....no meio da jaula dos macaquinhos....um lago, paradisíaco, e tals...dois macaquinhos danados e matreiros...tentando praticar o ato com uma capivara!Juro....aqui em Brasília eles compartilham o recinto...na verdade as capivaras são umas danadas....compartilham com todo mundo, pra cima e pra baixo...então....lá estava a pobre ( imagino que era fêmea...), descansando num pedaço de sombra, tirando um cochilo rápido...os macacos espertalhões se aproximaram da bela adormecida e creu...tentaram de toda forma fornicar a bicha...e em um determinado momento, o mais afoito virou pro amigo e apontou o peru e disse ( imagino...) : “ei...qual é o problema com ela? Eu não tenho que colocar isso lá dentro daquele buraquinho?”, o amigo muito solícito deu uma olhada no material do companheiro e sugeriu um momento masturbante...ou disse: “sei lá....você reparou se ela por acaso não é ele? E tem um troço igual ao seu?”....os dois foram conferir o lance, e pá! Saíram de lá cabisbaixos...juro gente....até hoje estou rindo dessa história...porque raios dos infernos minha curiosidade mórbida ficou apreciando a cena, não sei....só sei que divaguei legal....hahahahahah e daí percebi....até no reino animal, tem que haver interesse entre ambas as partes, de maneira concisa e legal, com o casal desfrutando do momento...sem alucinações....pode ser que você não veja estrelas, fogos, a luz branca do Fade, sinos, anjos e um arco íris em frente a você, por trás da cabeça do seu parceiro...pode ser que você não grite, não sacuda a cabeça de um lado ao outro....seja o tipo mais calmo e brando de mulher, ou seja uma ninfomaníaca histérica que grita a plenos pulmões....que fale palavras carinhosas ou de baixo calão, que seja a que comanda o ato ou seja comandada...mas tudo depende de você, da hora, do momento, do parceiro...mas principalmente de você. Porque você é quem tem que ser a estrela. Você é quem tem que curtir o momento e querer postergá-lo até a hora que quiser. Você tem que estar feliz consigo mesma, independente de ter o corpão sarado tipo panicat, ou whatever…você tem que curtir você mesma antes de qualquer coisa! Se ame, amiga! Você vai ver que quando estiver super bem resolvida consigo mesma os orgasmos serão absolutamente idílicos!!!!

Bjinnnnnnnnnnnnnn

 

image

"Ninguém (seja homem ou mulher) é bonito fisicamente, esbelto, bom de cama, e jovem pra toda vida... a velhice vem pra todos e com ela a solidão para os que pensam dessa forma! Quem ama não enxerga os defeitos que o tempo traz... mas aprende a transformá-los em motivos para amar ainda mais!"

De: Sonia Formby

 

isso aí tava no facebbok…hehehehe…sorry…achei cuti cuti…a mensagem embutida por trás da situação…que maozinha safadinha do velhinho, né?! Tudo bem…eu ia colocar uma foto de uma casal cujo objeto masculino fosse absolutamente arrebatador, mas a preguiça bateu de jeito na minha portinhola e já não estou nem pensando ou digitando direito…e honestamente…esse lance eh muito difícil…Élicaaaaaaaa……vc eh demais amiga!!!!!  Codinome L K ….Espero que vc leia isso aqui e fique toda cocota e ouriçada com meu elogio público!!!! Vc eh “o” cara!!!! Consegue captar uma fotos ultra mega crazy na rede….eu devia ter falado contigo mais cedo….olha aí o que eu consegui…os véin….hahahahahahha….

0 comentários:

Postar um comentário