Divagações de Martinha!

Logo das Divagações.
Linha Sucessória
Atendendo tardiamente ao pedido de uma lilithiana querida, que me perdoe acabei esquecendo o nome....desculpem....a idade chegou assolando minha porta de memórias...
Certo....como somos leitoras vorazes de livrinhos históricos acabamos ficando muito familiarizadas com os termos hierárquicos da Sociedade Londrina....abafem o caso...eu vou me concentrar na sociedade londrina, onde a maioria dos romances tem o cenário perfeito, porque se eu fosse fazer uma classificação geral da hierarquia social em outros lugares eu ficaria louca, já que dependendo da sociedade os termos variam...czares, arquiduques, grã-duques, imperadores....e afins...então vamos ao cerne da questão...
Londres, Inglaterra...
Cá estamos nós, lendo um romance épico....as pessoas riem de nosso gosto literário, falam mal pelas costas, debocham dos romances delicinha, chamam de cultura inútil...what? cultura inútil o escambáu!!! Te digo que nós conhecemos muito mais da sociedade londrina do que a maioria dos reles mortais...sabemos a estrutura social e podemos classificá-los de cor e salteado. Vejamos....no casamento do Príncipe William com a plebéia Kate...o par real recebeu um bilhão de títulos hierárquicos de maneira egoísta...pô gente....concentrem só em um, ao invés de 5 de uma vez...
Temos o Rei, no caso no período da regência....ele era o príncipe regente porque o rei mesmo estava tantã da silva sauro, daí ele assumiu e fez altas porra louquices na sociedade....mas lá vamos nós....abaixo deles, os príncipes em si...percebam que o príncipe regente estava ostentando 2 títulos simultaneamente.
Duques
Abaixo dos príncipes temos os maravilhosos e espetaculosos Duques....ai ai....quem nunca suspirou por um? Eu já....por vários....a única coisa que me recuso é visualizá-los com aquele tal monóculo que esteve em voga e é citado em alguns livrinhos : Da Mary Balogh, Ligeiramente Perigoso, o Wulfric...o Duque de Bewcastle , um duque muito sisudo e tudo de bom...
Os duques ostentam uma responsabilidade tão grandiosa que normalmente sua descrição fica virada pro sisudo, pro carrancudo, mal humorado, bravo, raivoso e etc....mas daí , basta aparecer uma mocinha que amoleça o coração do cara e pimba....temos um homem apaixonado e rico, e poderoso e ...ai ai...suspirei...outros títulos ducais podem ser : O duque e eu, da Julia Quinn, Duque de Hawthorne, Jordan Towsende, Duque de Claymore, Clayton fofo Westmoreland, estes dois últimos da Judith Mcnaught, o Duque de Rochford, da Candace Camp, Duque de Ridgeway, Adam Kent da Mary Balogh e o Duque de Ross, Lachlan Mackenzie, da Arnette lamb...certo....estes são apenas alguns...percebam que eles ostentam o nome próprio e o título, que é passado de geração a geração. O mais famoso de todos os tempos na atualidade? O duque de Cambridge....ou, trocando em miúdos, o Príncipe William após o casamento...recebeu este titulo singular....e vários outros...fominha....
Marquês
Abaixo dos duques temos os marqueses....acho muito chique...Marques....não lemos tantos quanto gostaríamos....eu particularmente não estou me lembrando de muitos livros relacionados a Marqueses ...o mais famoso que me lembro é o Marques de Sade, sabem? Aquele que introduziu o sadismo na sociedade como uma forma de alcançar o êxito sexual...tarado infame...dele tem até um filminho que retrata sua vida . Outro que pode ser lido e a história é bem gostosa, da Patrícia Cabot, Um pequeno Escândalo, com o Burke Traherne, Marquês de Wingate. Outro Marques fofo, Marques de Knight, Charles Draysmith da Sally Mackenzie.
Querem um famoso? Marques de Rabicó....hahahahahah do sítio do pica-pau amarelo....
Condes
Debaixo deles, no bom sentido, temos os Condes....estes abarrotam o nosso imaginário literário....são vários....vários mesmo....tantos que fica difícil citar somente alguns...
O conde apaixonado, o Conde de Westbrooke, da Sally Mackenzie , o conde Stephen Westmoreland, da Judith Mcnaught, Casamento de Conveniência com o Conde de Rule, da Georgette Heyer...e vários outros....muitos mesmo....
Viscondes
Vamos aos viscondes....O visconde que que amo ( tudo bem que eu o amo mesmo, mas este é o título do livro...) o Visconde de Bridgerton, da Julia Quinn. O Visconde de Whitleaf, da Mary Balogh , Aposta de amor da Candance Camp também retrata um visconde...ufa....é difícil catar tantos títulos....são tantos homens gostosos....eu nem olho para o titulo...mentira...eu olho sim....o titulo é tudo!!!! Hahahahahha...Vejam...o Visconde de Sabugosa foi deixado de lado pela Emília porque ela descobriu que o titulo do Marques de Rabicó era superior! Hahahahahah....( Sitio do Pica-Pau amarelo também é cultura....)...
Barões
Okay...descendo a linha hierárquica temos os barões...perceberam que aqui no Brasil a maioria dos títulos caiu por peba Baronato, né? Os títulos mega Power ficaram todos nas bandas dos países colonizadores...droga...quem não estudou sobre o Barão de Rio Branco?
Em relação a livrinhos temos O Barão Apaixonado, da Sally Mackenzie e o livro dos Blydon 3 da Julia Quinn. Dentre um famoso mesmo, existe o aclamado Lorde Byron, poeta infame, cheio de zigueziras, que era barão....hummmm....chiquetoso ele...
Abaixo deles ainda temos os baronetes....esqueçam....empobreceu demais....hahahahahaha...
E na berlinda da galera...temos os cavaleiros...os andantes, lindos e sarados ( que poderiam ser enquadrados como os nossos Seal’s da atualidade....) , atualmente, este titulo está sendo distribuído a torto e a direito pela Rainha Elizabeth... Sir Paul Beatles McCartney, Sir Elton Flower by Kenzo Jonh, Sir Roger 007 Moore ,Sir Mick drogado Jagger e tantos outros....até eu queria ser coroada uma cavaleira...Sir Martinha Divagante Fagundes....se existisse...já que não existe , me contento com o Lady Martinha Divagante Fagundes Westmoreland ( esse sobrenome eu mesma acrescentei pelo meu parentesco com o Clayton fofo)...hehehhe...
 
Então agora vamos ao momento divagante....onde este povo conseguia arranjar dinheiro para sustentar seus luxos sendo que eles não trabalhavam e consideravam o trabalho como um ato despudoradamente plebeu??? Os comerciantes eram tratados como uma estirpe mal amada....porque não ostentavam títulos sanguíneos de realeza....eles podiam ser podres de ricos, mas sem título não tinham prestigio....e os cheios de pompa podiam ser pobres, mas tinham títulos e eram chiques...quantos livros lemos que os caras tinham que casar com herdeiras ricas para progredir? E quantas herdeiras ricas se casaram simplesmente para arrebanharem os títulos?
 
Me pergunto....como eles se sustentavam? Como o dinheiro chegava aos seus bolsos? Bolsos estes que liberavam uma grana solta para comprar joias, como se fosse a coisa mais fácil do mundo, bem como encomendar guarda-roupas luxuosos, com costureiros chiquetosos e tal?
Sério....onde eles aplicavam o Money para render e dar mais Money? Eu não sei....são duvidas cruéis que assolam minha mente....imaginem o tanto de dinheiro que era necessário para manter um castelo? Ou um castelo, uma casa em Londres, uma casa de Campo, e outras tantas? E vamos combinar...manter montes e montes de empregados? Eu tô ralando pra manter minha diarista , gente! A Coisa tá feia...fico com uma inveja super branca quando a pessoa consegue ter uma lavadeira, uma passadeira, 3 babás e um motorista...e olhem os gastos que os caras fazem...bebem horrores, gastam com as mocréias amantes, vão a festas a semana inteira, compram vários cavalos puro-sangue, apostam e perdem dinheiro nas mesas de jogatinas e etc . As mulheres tem tanto a zelar....tudo bem que elas não gastam com salão de beleza, depilação , manicure, etc. Mas elas gastam com roupas,e chapéus, e sombrinhas e fofocas e chás....ui....canseira...eu adoraria viver naquela sociedade...acordaria tarde....chamaria a criada ( odeio esse termo...), ela me ajudaria a arrumar meu vestido, o qual eu ficaria indecisa entre a cor da temporada....rosa bebê, ou azul piscina? Ai ai...arrumaria meu cabelo num penteado arrojado e fashion, passaria um pozinho básico e desceria as escadas....então, eu tomaria um chá....e olharia para a janela....e iria ao jardim e ...leria um livro, e iria caminhar por aí até esperar chegar a hora do almoço....e esperaria passar umas 7 horas até chegar a hora do baile e ....gostaram...? calma....nem cheguei ao baile ainda....lá, eu olharia para os lados esperando atrair o olhar de algum duque refinado e solteiro, e se ele não estivesse disponível eu iria descendo as barreiras de sucessão...até chegar no máximo em um Visconde....depois disso... NEVER!!!!! Hahahhahahahahha....
Bjinnnn...

0 comentários:

Postar um comentário